TSE: Debate na internet é livre

Luiz Orlando Carneiro, Jornal do Brasil

BRASÍLIA - O Tribunal Superior Eleitoral, em resposta a uma consulta do deputado Miro Teixeira (PDT/RJ), entendeu que, da mesma forma que os jornais impressos, os portais da internet podem realizar debates com políticos, a qualquer tempo e época, mesmo que tais políticos sejam "candidatos a candidatos" às eleições.

Os jornais online são equiparados aos impressos, e estão autorizados a convidar - para debates - "aqueles que julgar relevantes do ponto de vista jornalístico, a seu exclusivo critério".

O entendimento foi proclamado, por unanimidade, na sessão administrativa desta quarta-feira, a partir do voto do relator, ministro Ricardo Lewandowski.