Rodoviários baianos fazem greve após assassinato de motorista

Portal Terra

SALVADOR - Os rodoviários de cinco empresas da Bahia paralisam as atividades na manhã desta quarta-feira, em protesto pela morte do motorista Pedro Jorge dos Santos, 36 anos. Ele foi assassinado na tarde de terça, durante um assalto na linha que percorre de Itinga (670 km de Salvador) a Lauro de Freitas, na região metropolitana.

De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Manoel Machado, os ônibus das empresas ODM, Via Nova, Costa Verde, Dois de Julho e BTU, que rodam em Lauro de Freitas, ficam estacionados nesta quarta. Os veículos serão liberados após o sepultamento do corpo de Santos, que ainda não tem horário e local definido para acontecer.

Alguns rodoviários fazem passeata nesta manhã, partindo da Estrada do Coco, no sentido Itinga. O movimento engarrafa o trânsito por onde passa, já que os motoristas e cobradores liberaram apenas uma faixa. Por conta da paralisação, os pontos de ônibus estão lotados. Alguns passageiros desistiram de esperar e seguiram para seus destinos a pé.