Comissão aprova proposta de plebiscito sobre reforma política

Agência Câmara

BRASÍLIA - A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou hoje o projeto do deputado Raul Jungmann (PPS-PE), que convoca plebiscito para consultar a população brasileira sobre a votação de uma reforma política pelo Congresso Nacional na próxima legislatura (2011-2014). Segundo o projeto, esse plebiscito será organizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e será realizado no mesmo dia do 1º turno das eleições de 2010, em 3 de outubro.

O relator, deputado Charles Lucena (PTB-PE), afirmou que, como está previsto no Orçamento da União de 2010 um montante de R$ 549 milhões para a realização do pleito deste ano, a proposta de Jungmann pode ser considerada adequada financeiramente. Assim, se aprovada a realização do plebiscito, o eleitor terá de responder à seguinte pergunta: "O Congresso Nacional deve aprovar uma reforma política que promova maior transparência, controle social e o combate efetivo à corrupção?".

Se a maioria simples dos eleitores responder "sim", os parlamentares eleitos em 2010 deverão votar a reforma já em 2011. Raul Jungmann acredita que, ao analisar o tema a partir da demanda popular, o Congresso poderá retomar seu papel político e institucional em relação a um assunto que tem sido decidido pelo Poder Judiciário nos últimos anos. Ele lembra que várias propostas de reforma política tramitam na Câmara, algumas há mais de dez anos.