PT transformará convenção em festa para lançar Dilma

Portal Terra

BRASÍLIA - Sem votações, a convenção nacional do PT, no próximo domingo, em Brasília, se tornará "uma festa" para homologar a candidatura da ex-ministra Dilma Rousseff à presidência da República. A produção do evento, a ser realizado no Centro de Eventos Unique Palace, é do publicitário João Santana Filho, marqueteiro da campanha.

O roteiro dos oradores não está fechado, mas deve se limitar ao futuro vice na chapa presidencial, o deputado Michel Temer (PMDB), ao presidente do PT, José Eduardo Dutra, ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e a Dilma. A ideia é fazer uma celebração forte e sucinta.

"Só vou dar uma agitada. As pessoas querem ouvir mesmo é Lula e Dilma", diz Dutra. A candidatura já foi oficializada pelo diretório nacional do PT.

Na véspera, 12 de junho, Dilma participará de duas convenções de partidos aliados, o PDT e o PMDB. Pela manhã, no Espaço das Américas, em São Paulo, ela recebe o apoio oficial dos pedetistas. À tarde, no Centro de Convenções de Brasília, será a vez dos peemedebistas - à frente, o vice Michel Temer.

Temer relatou a Dutra que a convenção do PMDB terá votações a partir das 9h, apuração dos votos às 15h e ato político com Dilma às 16h. Nesta segunda-feira, os dois partidos fecharam a aliança-chave da campanha, em Minas Gerais: Helio Costa (PMDB) para o governo e Fernando Pimentel (PT) para o Senado, o que fortaleceu a chapa nacional.