Ministra: cortes no orçamento não vão prejudicar plano contra o crack

Roberta Lopes, Agência Brasil

BRASÍLIA - Os cortes no Orçamento Geral da União não vão afetar o Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack, afirmou hoje (1º) a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra. Ela disse que durante a elaboração do plano o contingenciamento já estava previsto.

Nós discutimos com o [Ministério do] Planejamento e o presidente [Luiz Inácio Lula da Silva] determinou a priorização do recurso necessário para esse plano. Entendemos que não há como fazer um enfrentamento dessa droga, dessa praga, sem que a gente efetivamente aumente recursos, amplie leitos, casas de apoio, segurança, prevenção , disse Erenice, durante o programa de rádio Bom Dia, Ministro.

Ela afirmou ainda que Ministério da Saúde receberá os planos municipais para criação e ampliação de leitos a fim de possibilitar que os dependentes tenham o tratamento adequado contra a droga. Recebendo esses planos, o Ministério da Saúde fará o repasse dos recursos imediatamente. De pronto, foram disponibilizados R$ 410 milhões para esses repasses aos municípios que tenham efetivamente um plano de como fazer a ampliação desses leitos.

Outro ponto abordado sobre o plano de enfrentamento ao crack é o reforço da vigilância na fronteira para impedir que a droga entre no país. Segundo a ministra, o Exército e a Polícia Federal vão trabalhar para mapear os pontos de entrada da droga no Brasil e proteger essas localidades. A Polícia Federal tem trabalhos de inteligência e ações específicas em locais conhecidos como pontos de entrada da droga e o Exército brasileiro já está se equipando para reforçar sua presença, em determinadas regiões, de modo a coibir a entrada da droga , afirmou.

Segundo a ministra, até o fim deste mês estarão concluídos os estudos encomendados a universidades sobre o mapeamento de pontos de entrada de droga no Brasil.

O Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack foi lançado no dia 20 de maio e envolve ações voltadas à prevenção, ao combate e ao tratamento de usuários.