Câmara torna obrigatório uso de antena contra cerol em motos

Portal Terra

BRASÍLIA - A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara aprovou nesta terça-feira a medida que torna obrigatória a instalação de antenas em motocicletas para proteger os condutores contra as linhas de pipas de pipas com cerol (mistura de caco de vidro e cola), segundo informações da Agência Câmara.

Atualmente, o condutor instala essas antenas por conta própria na parte dianteira das motos, perto do painel de instrumentos. De acordo com o projeto, o equipamento deverá ser um item obrigatório para o veículo sair da fábrica. O projeto foi aprovado em caráter conclusivo - quando não precisa ser votado pelo Plenário -, e seguirá para análise do Senado, caso não haja recurso para que seja votado.

O relator da matéria, deputado João Magalhães (PMDB-MG), aprovou a emenda, de autoria do deputado Nilson Mourão (PT-AC), que prevê que só poderão ser vendidas no País as motocicletas que também apresentem equipamento de segurança para proteção dos membros inferiores do condutor e do passageiro; pisca-alerta; e acendimento automático do farol.

De acordo com o deputado Colbert Martins (PMDB-BA), também é necessário punir as pessoas que usam cerol em pipas e outros brinquedos.