MG: presos três suspeitos da morte de prefeito, um é vereador

Portal Terra

MINAS GERAIS - A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu três suspeitos pela morte do prefeito de São Sebastião do Maranhão, no leste do Estado. Um deles, que seria o mandante do crime, é vereador da cidade. Um quarto suspeito está foragido.

Segundo a Polícia Civil, as prisões foram feitas no sábado. O vereador foi preso em casa, em São Sebastião do Maranhão. Um tio dele foi encontrado em um sítio, no município de Coluna. O terceiro suspeito foi preso também em casa, na cidade de Nova Serrana.

Os três foram levados para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) São Cristóvão, em Belo Horizonte.

O crime, que aconteceu em 13 de outubro de 2009, vitimou também o vendedor Ademar de Oliveira Leal. De acordo com o destacamento da Polícia Militar em São Sebastião do Maranhão, dois homens teriam chegado à casa do prefeito em uma motocicleta. Um suspeito teria ficado do lado de fora da casa e o outro entrado e atirado nas vítimas.

Apenas a mulher do prefeito, Jussara Perdigão de Carvalho, estava na casa na hora do crime. Ela contou aos policiais que ouviu os disparos quando estava no banheiro e, ao chegar à sala, encontrou o marido e Leal baleados.