PSDB continua fora da chapa de Jarbas

Ed Ruas, Portal Terra

RECIFE -

O esforço de Jarbas Vasconcelos (PMDB) para disputar o governo de Pernambuco e alavancar o nome de José Serra (PSDB) no Estado não está surtindo um efeito recíproco. O peemedebista, que chegou a condicionar sua candidatura à entrada de Sérgio Guerra (PSDB) no processo como candidato à reeleição, vê uma debandada dos tucanos do seu palanque.

Apenas o DEM-PE disponibilizou nomes para composição da chapa majoritária até agora. Jarbas Vasconcelos anunciou, nesta sexta-feira (28), a deputada estadual Miriam Lacerda (DEM) na vice. Já o senador e pré-candidato à reeleição, Marco Maciel (DEM) foi referendado antes mesmo de o peemedebista decidir entrar na disputa.

Restaria ao PSDB indicar a segunda vaga ao Senado. No entanto, os tucanos e deputados federais Bruno Araújo e Bruno Rodrigues, cotados para compor a chapa, preferem trilhar o caminho da reeleição. Ou seja, até o momento o esforço de Jarbas Vasconcelos não obteve a retribuição do PSDB.

A entrada do PSDB na composição da chapa pode ser algo fundamental para o próprio José Serra em Pernambuco. Se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entender que a imagem dos candidatos à Presidência só poderá ser utilizada se houver candidatos do mesmo partido nas majoritárias estaduais, sem um tucano, Jarbas Vasconcelos seria obrigado a omitir Serra da propaganda de rádio e TV.