Tesoureiro de Dilma terá de ressarcir os cofres de Diadema

Portal Terra

SÃO PAULO - De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o ex-prefeito de Diadema, José de Filippi Junior, foi condenado a devolver cerca de R$ 2,1 milhões aos cofres públicos da cidade paulista. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. O condenado é o futuro tesoureiro da campanha da pré-candidata do PT à presidência da República.

A decisão ocorreu pela contratação sem licitação do escritório do advogado Luiz Eduardo Greenhalgh, que também é petista. De acordo com o Ministério Público, o escritório teria embolsado cerca de R$ 2,1 milhões, no período em que foi contratado - de 1983 a 1996.

Filippi foi condenado em duas decisões do TJ. Na primeira delas, teve um voto a seu favor, o que tornou possível a reavaliação do caso. No segundo julgamento, perdeu por 4 a 1.