PF indicia ex-reitor da Ulbra por desvios na universidade

Portal Terra

PORTO ALEGRE - A Polícia Federal (PF) indiciou o ex-reitor da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), Ruben Becker. O empresário foi ouvido por agentes e indiciado pelos crimes de estelionato, fraude à execução, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

De acordo com a PF, Becker é o 11º indiciado da operação Kollektor, que investiga os desvios de recursos em projetos da universidade. A operação foi deflagrada em 9 de dezembro de 2009 e mobilizou 127 policiais federais e 23 servidores da Receita Federal do Brasil no cumprimento de 23 mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas, Ivoti, Gramado, e nos Balneários de Tramandaí e Imbé.

Durante o depoimento, Becker apenas comunicou que permaneceria em silêncio, optando por responder apenas em juízo. Ele assinou os papéis do indiciamento e se retirou ao lado do advogado.