Decretada prisão preventiva de seis policiais na Bahia

Portal Terra

SALVADOR - A Justiça decretou a prisão preventiva de seis dos 10 policiais militares envolvidos na morte de 12 pessoas e no desaparecimento de outras três em Vitória da Conquista (a 509 km de Salvador), depois que o soldado PM Marcelo Márcio Lima Silva foi assassinado, no bairro Alto da Conquista, periferia da cidade, na noite de 28 de janeiro deste ano.

Eles são acusados pelo Ministério Público (MP-BA) de serem os responsáveis pelo assassinato de Oséias Belas de Oliveira, uma das pessoas mortas após o assassinato do PM.

Os PMs suspeitos já se encontravam sob prisão temporária deflagrada no último 5 de maio, em megaoperação policial realizada no município. Autor do pedido de prisão preventiva, o juiz Juvino Henrique Souza Brito justifica a decisão pela necessidade de "assegurar a boa instrução criminal da ação penal ajuizada pelo MP".