Alencar evita declarar apoio a Garotinho ao governo do Rio

João Pequeno, Portal Terra

RIO - Em visita ao Rio de Janeiro, o vice-presidente José Alencar evitou responder se participará da campanha de Anthony Garotinho, seu colega no PR, ou se seguirá o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que apoia o atual governador Sérgio Cabral (PMDB).

Alencar também não falou se a candidata petista ao Palácio do Planalto, Dilma Rousseff, subirá no palanque com Garotinho ou somente com Cabral. Há duas semanas, o deputado federal Pastor Manuel Ferreira, pré-candidato do PR ao Senado pelo Rio de Janeiro, afirmou ao Terra que o partido daria até o dia 20 para o PT se decidir, caso contrário poderia apoiar José Serra (PSDB) para a presidência.

Nesta segunda-feira (17) Alencar disse que "essa pergunta tem que ser dirigida à ela (Dilma)", referindo-se a um eventual palanque duplo da ex-ministra no Estado.

Ele não deixou de reponder pela pré-candidata, no entanto, ao afirmar que ela seria contra aumento de impostos para compensar as perdas com os recentes incentivos a setores da indústria.