OAB critica declaração de líder do governo sobre Ficha Limpa

Luciana Cobucci, Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, criticou nesta quarta-feira a declaração do líder do governo no Senado. Romero Jucá afirmou que a Casa não votará o Ficha Limpa "sob pressão" e que o projeto não é compromisso do governo. Segundo Cavalcante, a declaração de Jucá causa estranheza.

"Acho estranho porque os líderes na Câmara, de todos os partidos, inclusive da base aliada ao governo, trabalharam pela aprovação do Ficha Limpa. Será que nós temos dois governos? A dúvida é se o senador fala em nome do próprio ou como líder do governo Lula. A OAB entende que a declaração do senador Jucá é muito mais para proteção de interesses do que uma posição de líder de governo", disse.

Segundo Ophir Cavalcante, a OAB tem se empenhado para aprovar o projeto, que torna mais rigorosas as regras para candidatura em eleições. O presidente da Ordem esteve em reunião nesta quarta-feira com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para tratar do assunto.