PF prende 11 suspeitos de usar ONG para desviar verba no PR

Portal Terra

PARANÁ - A Polícia Federal prendeu 11 pessoas nesta terça-feira, durante a Operação Parceria, no Paraná. Segundo a instituição, quatro pessoas foram encontradas em Curitiba e sete em Londrina.

A PF procura, ainda, outras três pessoas, que já tiveram os mandados de prisão expedidos pela 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba. Nesta operação, que incluiu também o cumprimento de 40 mandados de busca e apreensão, os investigadores tentam desarticular um esquema de desvios de recursos públicos por meio de uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip).

A ação teve o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), da Receita Federal e do Ministério Público Federal. As buscas foram feitas também nos estados de São Paulo, Goiás, Maranhão e Pará.

As Oscips são entidades do terceiro setor, constituídas por iniciativa privada, sem fins lucrativos, que podem receber recursos públicos desde que comprovem o cumprimento de certos requisitos estabelecidos em lei.

As investigações apontam que a Oscip Centro Integrado de Apoio Profissional (Ciap) recebia recursos através de parcerias firmadas com órgãos da União, Estados e municípios para desenvolver projetos em diversas áreas do serviço público. De acordo com a PF, o Ciap faturou mais de R$ 1 bilhão nos últimos cinco anos, dos quais R$ 300 milhões teriam sido desviados em favor dos envolvidos no esquema, segundo estimativas.

Uma auditoria da CGU indica que, somente em Londrina, o Ciap não comprovou R$ 10 milhões em alegadas despesas, de um total de cerca de R$ 34 milhões recebidos pela Oscip.