São Paulo só recicla 1% de lixo por mês, diz jornal

Portal Terra

DA REDAÇÃO - Em 20 anos o sistema de coleta seletiva de lixo da cidade de São Paulo recicla apenas 280 g por mês por habitante. Reportagem publicada pelo Estadão mostra que o paulistano envia a cada seis dias para a reciclagem o peso equivalente a uma garrafa Pet. O que representaria 1% do total de lixo produzido na cidade.

A cidade de Porto Alegre, segundo o Estadão, recicla quase cinco vezes o índice de São Paulo. Em Estocolmo, na Suécia, 25% do lixo é reciclado, 44 vezes mais em relação à capital paulista. O problema já começa, segundo a reportagem, na coleta seletiva nas ruas. Dos 292 caminhões contratados para recolher o lixo na capital, só 20 são destinados aos reciclados (7%). A cidade de São Paulo produz mensalmente 293,9 mil toneladas de lixo, coletadas pelos consórcios Ecourbis e Loga Ambiental. Só 3.135 toneladas são recicladas - menos de 1% do lixo da capital. Um dos grandes problemas do setor, segundo a reportagem do jornal, seria a falta de incentivos. Nos últimos três anos, os investimentos em coleta seletiva se mantiveram proporcionalmente estagnados. Em seu primeiro ano como prefeito, em 2006, Gilberto Kassab (DEM) aplicou 1,21% da verba empenhada para a coleta do lixo em reciclagem; em 2009 esse índice foi de 1,14%.