Lula abre cúpula que reúne Brasil e Comunidade do Caribe

Agência Brasil

BRASÍLIA - Pela primeira vez, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva receberá nesta segunda-feira, dia 26, pela manhã, dez chefes de Estado e de Governo que compõem a Comunidade do Caribe (Caricom). Ao longo de todo o dia, a Cúpula Brasil-Caricom tratará de temas ligados aos relacionamentos bilaterais e regionais, principalmente a cooperação em áreas como a saúde, a agricultura, a educação, a formação profissional, o turismo e o meio ambiente.

No fim do dia, deverá ser anunciada a criação de mecanismo para consultas políticas regulares entre o Brasil e os países-membros da Caricom. Está prevista ainda a criação de projetos de cooperação entre o Brasil e a Caricom em favor do Haiti.

Criada em 1973, a comunidade é integrada por Antígua e Barbuda, pelas Bahamas, por Barbados, Belize, Dominica, Granada, pela Guiana, pelo Haiti, pela Jamaica, por Santa Lúcia, São Cristóvão e Névis, São Vicente e Granadinas, pelo Suriname e por Trinidad e Tobago. O Brasil é membro observador desde 2006.

Participarão da cúpula, também na condição de observadores, diretores da Organização dos Estados do Caribe Oriental (Oeco), do Instituto Caribenho de Pesquisa e Desenvolvimento Agrícola (Cardi), da Associação Caribenha de Controle de Desastres (Cdema) e do Instituto Caribenho de Saúde Ambiental (Cehi).

O intercâmbio comercial entre o Brasil e os países da Caricom passou de US$ 657 milhões em 2002 para cerca de US$ 5,2 bilhões, em 2008. Desse total, mais de US$ 4,4 bilhões corresponderam a exportações brasileiras. De janeiro a março de 2010, as trocas entre o Brasil e a comunidade somaram mais de US$ 1 bilhão.