Chuvas e ventania destroem 3 mil casas no Paraná

Agência Brasil

CURITIBA - As chuvas e o vento forte já destruiram, total ou parcialmente, 3.136 casas em todo o Paraná. De acordo com informações divulgadas neste sábado pela Defesa Civil do estado, mais de 6 mil pessoas precisaram deixar suas casas. Destas, quase mil estão desabrigadas termo utilizado para aquelas que estão em abrigos públicos e 5 mil estão desalojadas, em casas de parentes ou amigos até que a situação se restabeleça. Não há, até o momento, registros de mortes no estado por causa das chuvas.

Ao todo, mais de 205 mil pessoas foram de alguma forma afetadas no Paraná. A Defesa Civil ressalta que entende-se por afetadas pessoas que tiveram qualquer tipo de situação indesejada por consequência do clima, como a interrupção no fornecimento de energia elétrica ou a interdição de alguma rua.

Um dos municípios mais prejudicados foi o de Colombo, com 1,1 mil residências e 4,2 mil pessoas afetadas. Destas, 300 estão desabrigadas e 3,9 mil desalojadas. Em Pinhais, as enxurradas deixaram 400 pessoas desabrigadas e 3 mil desalojadas. Na capital, Curitiba, 798 residências foram afetadas, principalmente por alagamentos. As enxurradas desabrigaram 500 pessoas e desalojaram 450 em Francisco Beltrão.