Tribunal de Justiça aceita denúncia contra Roriz

Jornal do Brasil

BRASÍLIA - O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) aceitou denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-governador Joaquim Roriz, por violação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e fraude contábil em compras da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Além de Roriz, foram denunciados o ex-secretário de Fazenda Valdivino José de Oliveira e os ex-secretários de Saúde Jofran Frejat, Paulo Afonso Kalume Reis, Aloísio Toscano França e Arnaldo Bernadino Alves.

Segundo a denúncia, mais de R$ 12 milhões em medicamentos e insumos hospitalares foram comprados pelo Governo do Distrito Federal sem licitação e sem dinheiro em caixa para honrar as despesas. As compras eram feitas mediante emissão de vales, recibos e declarações. Outra irregularidade: o produto era cotado pelo preço do dia do pagamento, e não pelo preço do dia do fornecimento. Segundo o MPF, as datas de pagamento de algumas despesas eram concentradas nos dois últimos quadrimestres do último ano de mandato do governador, procedimento proibido pela LRF.