Médica arrastada pelo cinto em Recife conta detalhes do assalto

JB Online

RECIFE - A médica que foi arrastada por alguns metros em Recife por um bandido, presa ao cinto de segurança de seu carro, relatou há pouco, em entrevista a Globo News, detalhes do assalto de que foi vítima. Segundo a médica, que não quis se identificar e não pediu para não filmarem seu rosto, ela se aproveitou de um momento em que o bandido parou o carro, assustado com os gritos dos populares, para se desvencilhar do cinto de segurança.

- Só consegui sair quando as pessoas gritaram muito e ele parou. Disseram que minha pele estava caindo - relatou.

Há três anos, o Rio viveu um caso parecido, quando o menino João Hélio morreu após ser arrastado por quilômetros preso ao cinto de segurança do carro de sua mãe, que havia sido roubado.