BA: Vítimas da chuva serão incluídas no "Minha Casa, Minha Vida"

Agência Brasil

BRASÍLIA - Famílias de baixa renda afetadas pela chuva na Bahia serão beneficiadas com a inclusão no programa Minha Casa, Minha Vida. Contrato assinado hoje (23) pelo ministro das Cidades, Marcio Fortes, e o governador do estado, Jaques Wagner vai viabilizar esse atendimento.

O programa prevê a construção de 970 moradias nos municípios de Lauro de Freitas e Simões Filho. Segundo o Ministério das Cidades, serão investidos R$ 43,7 milhões. Mais R$ 170 milhões vão ser destinados a ações na área de saneamento básico.

De acordo com o superintendente de Assistência à Comunidade de Lauro de Freitas, Antônio Sérgio Santos Lopes, na cidade há cerca de 480 desabrigados em consequência da chuva. Segundo ele, essas famílias foram encaminhadas para alojamentos e algumas já recebem auxílio-aluguel no valor de R$ 200.

Segundo Sérgio, inicialmente, esse auxílio será pago por um prazo de um ano, mas poderá ser renovado de acordo com a necessidade da famílias. Ele informou que serão atendidas as famílias com renda de até três salários mínimos e que o número de inscrições no programa chega a 10 mil.

De acordo com a secretária de Infraestrutura de Simões Filho, Cláudia Campos, a parceria entre os governos federal e estadual vai contribuir para o crescimento da cidade. Segundo ela, só 30% da população local têm acesso a saneamento e a maioria dos habitantes não tem emprego fixo.

Segundo informações do Ministério das Cidades, até abril foram assinados contratos para construção de 42,9 mil moradias na Bahia, que totalizam R$ 1,8 bilhão em investimentos.