Aumento a procura pela vacina contra gripe suína no Distrito Federal

Agência Brasil

BRASÍLIA - Os postos de saúde do Distrito Federal registraram hoje (23) um aumento na procura pela vacinação contra a influenza A (H1N1) gripe suína. Oficialmente, hoje é o último dia da campanha de imunização destinada a jovens de 20 a 29 anos, gestantes, pessoas com doenças crônicas e crianças de 6 meses a 2 anos.

O analista de sistemas Arthur Braz, que levou o filho de 1 ano e o sogro de 64 anos para serem imunizados na manhã de hoje em um posto da região central de Brasília reclamou da demora. Ficamos uma hora na fila porque enquanto tinha muita gente para vacinar os adultos, tinha apenas um funcionário vacinando as crianças.

Outra queixa comum foi o horário de atendimento. Apesar de estarem abertos durante todo o dia, a maioria dos postos não faz atendimento durante o horário de almoço. Sempre estou trabalhando no horário comercial e como sei que é um dos últimos dias, inventei uma desculpa para poder vir , conta a secretária Renata Cardoso.

A alternativa para muitos trabalhadores é a vacinação que será realizada amanhã (24), das 8h às 17h, em vários postos do Distrito Federal.

"O objetivo de vacinar amanhã é atender as pessoas que não têm tempo para ir a um posto no meio da semana. Estamos intensificando para que todos dessa etapa sejam imunizados", afirmou a diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde (SES-DF), Maristela Alves.

A lista de postos de saúde que estarão abertos para vacinação pode ser consultada na página da Secretaria de Saúde na internet.

De acordo com a chefe de enfermagem do Centro de Saúde 6 da Asa Sul, Cristina Monte, algumas pessoas não têm se vacinado por medo das reações da doença. Alguns grupos, como as gestantes, têm muito receio e resistência à vacinação, mas a vacina é confiável porque já foi testada em outros países , garante.

A orientação da Secretaria de Saúde do Distrito Federal é que a população siga o calendário de vacinação estipulado pelo Ministério da Saúde. Entretanto, quem perdeu o prazo deve procurar os postos de vacinação para se imunizar. "É importante seguir o cronograma, mas até o final da campanha vamos atender às pessoas que perderam a data prevista", disse Maristela.

Até agora, a campanha de vacinação tinha como público-alvo os jovens de 20 a 29 anos, crianças de seis meses a dois anos, doentes crônicos e gestantes. Também já foram vacinados profissionais de saúde e indígenas. De amanhã (24) até o dia 7 de maio a vacinação será destinada a idosos portadores de doenças crônicas.

Em seguida, no período de 10 a 21 de maio, será vacinada a população de 30 a 39 anos. Segundo a Secretaria de Saúde do DF, até ontem (22), foram imunizadas 463.907 pessoas. A meta é vacinar 1,2 milhão de pessoas no Distrito Federal.