UNE não sabe se apoiará alguma candidatura

Jornal do Brasil

RIO - A decisão de apoiar ou não uma candidatura à Presidência divide a União Nacional dos Estudantes (UNE), que promove no encontro de lideranças estudantis, aberto quinta-feira no Rio. O posicionamento oficial da UNE só será decidido no domingo, numa reunião plenária com mais de 500 estudantes.

A maioria dos grupos que compõem a UNE está inclinada a não apoiar qualquer candidato, mas a diretoria se mostra dividida. O terceiro vice-presidente, Tássio Brito, pertence a um grupo ligado ao PT, a Articulação de Esquerda, e defende o apoio da UNE a uma candidatura. Já o segundo vice-presidente, Bruno da Mata, representa um grupo do PSB, e é contrário ao apoio de qualquer candidatura.

O vice-presidente Tiago Ventura também representa uma corrente que não defende apoio a candidaturas: a Democracia Socialista, ligada ao PT. Apesar disso, ele acredita que possa ser possível à UNE se posicionar contra alguma candidatura, caso determinado candidato não se comprometa com as propostas da entidade.