PSB diz a Lula que Ciro compreenderá retirada de candidatura

Sandro Lima, Portal Terra

BRASÍLIA - Os governadores Eduardo Campos, de Pernambuco, e Cid Gomes, do Ceará, ambos do PSB, disseram nesta quinta-feira (22) ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que o deputado Ciro Gomes foi muito claro na disposição de ser candidato à presidência, mas que compreenderá se o partido abrir mão de seu nome na disputa.

De acordo com Campos, que também é presidente nacional do PSB, "há um intenso debate dentro do partido para saber qual será o papel que Ciro Gomes deve desempenhar nas próximas eleições". Segundo ele, a Executiva Nacional do partido se reunirá no próximo dia 27 para tomar uma decisão, mas que, até o momento, Ciro segue como candidato. O assunto será retomado nesta sexta-feira (23), às 10h, em uma reunião somente entre Lula e Eduardo Campos.

Antes do primeiro encontro com Lula, Eduardo Campos e Cid Gomes tiveram uma reunião com Ciro. Roberto Amaral, vice-presidente da legenda, também participou. As lideranças discutiram a dificuldade do PSB em montar um palanque próprio devido as composições políticas nos estados e o pouco tempo de TV que o partido teria no horário eleitoral gratuito.

Gomes minimizou a queda de Ciro Gomes nas últimas pesquisas de intenção de voto para a Presidência. "O Ciro não caiu, foi uma variação dentro da margem de erro", avaliou.