BC: Decisões na definição da Selic são técnicas, diz Meirelles

Kelly Oliveira, Agência Brasil

BRASILIA - O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, classificou hoje (20) de absolutamente técnica a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de manter inalterada a taxa básica de juros (Selic). Segundo ele, as decisões futuras continuarão a ser técnicas.

Em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Meirelles lembrou que parte dos diretores integrantes do Copom sugeriu o aumento da Selic na reunião de março, mas a maioria optou por manter a taxa em 8,75% ao ano.

Para ele, uma das das vantagens da existência de reuniões do Copom a cada 45 dias é que nenhuma decisão é definitiva. A política monetária é feita em uma sequência de ações e, portanto, é absolutamente razoável que possam existir divergências na margem em uma e outra reunião.

Meirelles disse ainda que o mercado se surpreendeu com o crescimento da economia em 2010, diferentemente do BC. Ele lembrou que o boletim Focus desta semana traz a projeção de analistas de mercado financeiro de crescimento de 5,81% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano, enquanto o BC já previa maior expansão da economia em dezembro do ano passado.

O Banco Central não foi surpreendido pela força do crescimento da economia brasileira , afirmou.

Edição: Nádia Franco