PB: universitário é preso acusado de matar jovem grávida

JB Online

RECIFE - Um estudante de direito foi preso na manhã desta segunda-feira acusado de matar uma jovem grávida com quem tinha um relacionamento, em João Pessoa (PB). Ela foi encontrada morta na BR-330 com sinais de estrangulamento, segundo informou a titular da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios), Iumara Gomes, responsável pelo caso.

De acordo com a delegada, o jovem se apresentou à polícia voluntariamente, após a moça ter sido encontrada morta. Ele disse que os dois tinham um relacionamento íntimo e que planejaram um aborto após descobrirem que ela estava grávida, tendo inclusive comprado o medicamento abortivo.

Ele teria sido a última pessoa a ver a jovem com vida. "Existem muitos fatos obscuros no depoimento do jovem. Por exemplo, não sabemos por que ela teria descido do carro dele em um bairro afastado no meio do nada", disse a delegada que investiga o caso.

Ele foi preso momentos antes de conceder uma entrevista à imprensa local, mas ainda não foi ouvido pela divisão de homicídios da polícia paraibana. Segundo a polícia, o advogado do estudante não pode estar presente, mas ele deve ser ouvido na quinta-feira.

De acordo com Iumara, a família da vítima ainda não foi ouvida por estar muito abalada.