Faculdades particulares exigem fiador no curso de medicina

Portal Terra

SÃO PAULO - Com o objetivo de evitar a inadimplência, algumas faculdades estão exigindo fiador nos contratos de matrícula. Isso ocorre principalmente nos cursos de medicina, devido aos altos valores da mensalidade.

O Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH) é uma das instituições que pede fiador. De acordo com Wellington José da Cunha, do departamento financeiro, a medida foi adotada em 2007, com o início do curso. "O valor do curso é significativo, o primeiro período custa cerca de R$ 3.800. Em função desse risco, pedimos uma garantia", disse. No caso de pagamento a vista não é preciso fiador.

Ulyssess Panisset, presidente do Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais (Sinep-MG), afirmou que a método é uma novidade no mercado. De acordo com ele, a lei que fixa cobranças das mensalidades não veta a medida. "Se não tem lei que proíba, então é permitido."