Dilma diz que buscará apoio de eleitorado feminino para vencer

Laryssa Borges, Sandro Lima, Portal Terra

BRASÍLIA - A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse nesta segunda-feira que buscará apoio do eleitorado feminino como forma de alavancar sua candidatura e conseguir sair vitoriosa na corrida pelo Palácio do Planalto.

"Conversando com as mulheres eu sei que elas me entenderão porque eu sou mulher. Somos 52% da população e os outros 48% são nossos filhos. Então estamos todos em casa", disse a ex-ministra, que ao lançar seu blog pessoal, chegou ao ponto de comentar sobre suas preferências na teledramaturgia brasileira, seus livros de cabeceira e até sobre o futuro neto, Gabriel.

Educação

Ao responder a perguntas encaminhadas por internautas, Dilma elencou nesta segunda a educação com sua maior prioridade caso seja eleita. A ex-ministra não projetou ações que planeja desenvolver se sair vitoriosa à Presidência da República ¿ prática proibida pelo calendário da Justiça eleitoral ¿ e optou por citar políticas educacionais desenvolvidas nos sete anos do governo Lula.

"A educação é pré-condição para que a gente rompesse um ciclo de desigualdade. Você ter uma oportunidade significa que você tem futuro. Demos os primeiros grandes passos para tirar a educação daquela inércia. Pensamos a educação desde a creche até a pós-graduação", disse a pré-candidata em resposta a blogueiros no lançamento de seu site pessoal.

"O Brasil vai ter que dar um salto para a sociedade do conhecimento. Vamos precisar que cada vez mais jovens estejam capacitados do ponto de vista científico e profissional para assumir trabalhos cada vez de mais qualidade, que podem dar agregação de valor. Estou convencida de que tratar a educação é enfrentar a desigualdade na raiz e garantir que a pessoa carregue consigo o futuro", afirmou.