CNJ vai ajudar a reconstruir Judiciário do Haiti

Agência Brasil

BRASÍLIA - O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai ajudar a reconstruir o Poder Judiciário do Haiti. Uma missão brasileira viaja amanhã para avaliar a situação atual no país, que foi arrasado por um terremoto no início de janeiro.

A equipe é composta pelo conselheiro Paulo Tamburini, o juiz auxiliar da Presidência do CNJ, Marivaldo Dantas, e o diretor-geral do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Ataíde Fontoura Filho. A missão fica em Porto Príncipe até o dia 15 de abril.