SC: estudantes entregam abacaxis para protestar contra Pavan

Fabricio Escandiuzzi, Portal Terra

FLORIANÓPOLIS - Estudantes realizaram uma manifestação contra o governador de Santa Catarina, Leonel Pavan (PSDB) e distribuíram uma tonelada de abacaxis à população no centro de Florianópolis nesta quarta-feira. O manifesto, promovido pela União da Juventude Socialista e apoiado pela União Nacional dos Estudantes (UNE) e União Catarinense de Estudantes foi realizado numa das esquinas mais movimentadas do centro histórico da capital.

Os bem-humorados manifestantes, além de entregar as frutas a quem passasse, distribuíram panfletos pedindo a saída de Pavan do governo. "É diferente, chama a atenção porque eles entregam a fruta e explicam o que está acontecendo", disse a balconista Raquel Banezinni, 24 anos. "Não sabia que o governador respondia processo".

O tucano foi denunciado pelo crime de corrupção passiva pelo Ministério Público, após envolvimento num suposto esquema que teria beneficiado a Arrows Petróleo. De acordo com a denúncia, a empresa teria pago R$ 100 mil para que sua inscrição estadual fosse reabilitada junto ao governo do Estado. Pavan nega as acusações.

Com a renúncia de Luiz Henrique da Silveira, no dia 25 de março, seis dias antes do julgamento no Tribunal de Justiça catarinense, Pavan assumiu o governo e com isso o processo só pode ser analisado no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília. "O nosso manifesto é contra essa manobra que beneficiou apenas Leonel Pavan", disse uma das líderes do movimento, Jouhanna Menegaz. "Escolhemos o abacaxi por tudo que ele simboliza, cascudo, cheio de espinhos. Santa Catarina tem um abacaxi no governo".