Após condenação, pais visitam Anna Jatobá em presídio

Portal Terra

SÃO PAULO - Os pais de Anna Carolina Jatobá visitaram neste domingo a filha na penitenciária feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier em Tremembé, no interior de São Paulo. No primeiro fim de semana após a condenação de Alexandre Nardoni e Anna Carolina pelo assassinato da menina Isabella, 5 anos, o casal chegou ao local carregando sacolas por volta das 13h - momento em que se encerra o período de visitas na penitenciária.

Alexandre Jatobá chegou ao local com uma blusa preta de capuz, cobrindo o rosto e de cabeça baixa. Um júri popular de cinco dias considerou Anna Carolina e Alexandre Nardoni culpados por homicídio triplamente qualificado. A madrasta de Isabella foi condenada a 26 anos de prisão e o pai, a 31 anos. O advogado de defesa Roberto Podval recorreu da decisão, mas o casal deve permanecer na prisão enquanto aguarda o resultado. Ambos já estavam presos desde abril de 2008 na mesma penitenciária.

O caso

Isabella tinha 5 anos quando foi encontrada ferida no jardim do prédio onde moravam o pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, na zona norte de São Paulo, em 29 de março de 2008. Segundo a polícia, ela foi agredida, asfixiada, jogada do sexto andar do edifício e morreu após socorro médico. O pai e a madrasta foram os únicos indiciados, mas sempre negaram as acusações e alegam que o crime foi cometido por uma terceira pessoa que invadiu o apartamento.