Senadora colombiana participará de resgate de reféns das Farc

JB Online

BRASÍLIA - A senadora Piedad Córdoba, que conduz as negociações para libertar dois militares colombianos em poder das Forças Revolucionárias da Colômbia (Farc), já está em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas. Ela vai se juntar ao grupo que participará da operação de resgate do sargento Pablo Emilio Moncayo e do cabo Josué Daniel Calvo.

Piedad Córdoba chegou acompanhada da delegada do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) na Colômbia, Roberta Falciola; de Hernando Gomez, do Movimento [email protected] pela Paz; e do monsenhor Leonardo Gomez Serna, bispo de Mangangue.

Do lado brasileiro, participam diretamente da operação apenas militares. Mas as negociações foram orientadas pelo assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia. O representante do CICV para o Brasil e os países do Cone Sul, Felipe Donoso, também integrará o grupo que participará da operação humanitária que resgatará os dois militares em poder das Farc.

Por orientação das Farc, a operação ocorrerá em dias e locais diferentes um para cada refém. Segundo os observadores, Moncayo será resgatado primeiro, depois, Calvo. Moncayo está em poder das Farc há 12 anos e Calvo, há 11 meses.

Os dois helicópteros brasileiros, identificados com o emblema da Cruz Vermelha, e que vão ajudar na operação, decolam de São Gabriel da Cachoeira para Villavicencio, na Colômbia, às 8 horas de amanhã (27).