Suspeitos de assassinar jornalista são julgados em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - Começou na quinta-feira, no 5º Tribunal do Júri de São Paulo, o julgamento de quatro dos cinco acusados de matar o jornalista Luiz Carlos Barbon Filho. A vítima foi assassinada em maio de 2007 com dois tiros de espingarda no centro de Porto Ferreira, a 228 km de São Paulo.

Barbon Filho tinha 37 anos na época do crime e, em 2003, havia denunciado um esquema de aliciamento de menores de idade, supostamente por cinco vereadores e vários empresários. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a reportagem, o Ministério Público (MP) afirma que o jornalista foi morto por policiais militares e por um comerciante - todos estão presos. Segundo o jornal, um dos policiais conseguiu liminar para adiar seu julgamento. O Tribunal de Justiça afirma que o sessão será retomada nesta sexta-feira.