Mulher é morta a tiros na Ceasa de Minas Gerais

Portal Terra

BELO HORIZONTE - A comerciante Rosângela Sodré Vieira, 38 anos, foi morta a tiros na manhã desta sexta-feira, ao chegar à CeasaMinas, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ela reagiu a um assalto. O bandido teria levado a bolsa da vítima, com cerca de R$ 8 mil - que seriam usados por ela para pagar fornecedores.

Segundo a Ceasa, o crime aconteceu por volta das 5h50. A comerciante havia chegado minutos antes ao entreposto de Contagem de caminhão, acompanhada do motorista. Eles foram abordados enquanto estacionavam o veículo ao lado do Mercado Livre do Produtor.

O motorista, José Martins Cunha Filho, 57 anos, contou que o ladrão pediu a bolsa da vítima, mandou que ele descesse e entrou no caminhão. Segundo ele, o disparo foi feito quando a comerciante gritou por socorro. Ela, que era dona de um sacolão em Raposos, morreu no local.

Segundo informações do Pelotão Ceasa da Polícia Militar, o assaltante fugiu a pé com a bolsa, e a suspeita é de que outra pessoa estaria aguardando de moto nas proximidades. Uma câmera de segurança registrou, às 5h51, o momento de saída da moto que estaria transportando os dois suspeitos.

Também na manhã de hoje, foi inaugurado o novo edifício da Central de Segurança e Operações da Ceasa. Durante a solenidade, o presidente da CeasaMinas, João Alberto Paixão Lages, prestou homenagem à vítima, por meio de um minuto de silêncio.

A central de abastecimento recebe, em seu entreposto de Contagem, cerca de 70 mil pessoas por dia e 455 mil veículos em média por mês. A unidade é a segunda maior do país em volume comercializado, com oferta anual de 2,35 milhões de toneladas de alimentos e movimenta R$ 3,5 bilhões.