TJ suspende bloqueio de sinais de celular em prisões de SP

Portal Terra

SÃO PAULO - A 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo suspendeu liminar da 8ª Vara Cível de Ribeirão Preto que obrigava empresas de telefonia celular a bloquear sinal em presídios da região.

A ação foi movida pela Nextel e outras empresas de telefonia móvel, como Vivo, Claro e Tim. O TJ espera agora manifestação do Ministério Público (MP), que pediu o bloqueio, sobre o caso.