Helicópteros de grande porte começam a operar no pré-sal

JB Online

RIO - A exploração de petróleo no pré-sal começa a provocar mudanças no mercado offshore. Dois helicópteros de grande porte, modelo S92, fabricados pela americana Sikorsky, recém-adquiridos pela BHS, já estão sendo utilizados pela Petrobras para transporte offshore até o Campo de Tupi, na Bacia de Santos, a 300 km da costa.

Além destes, outros três grandes helicópteros EC-225 Super Puma da francesa Eurocopter estão em operação na Bacia de Campos. As cinco aeronaves da BHS, contratadas pela Petrobras, já ultrapassaram a marca de 500 horas de voo.

- Estamos cumprindo todos os prazos contratuais com a Petrobras. Já estamos operando esses novos modelos de helicópteros especiais, totalmente equipados para o transporte a grandes distâncias. Eles têm até 4,5 horas de autonomia de voo e podem levar até 18 passageiros às áreas mais distantes do pré-sal - informa Décio Galvão, diretor da BHS Helicópteros.

Outro helicóptero modelo S92, da Sikorsky, deve entrar em operação até o final desta semana. Até junho, mais três aeronaves adquiridas pela BHS chegam ao Brasil, completando a frota de nove contratada pela Petrobras.

No final do mês passado, a BHS foi homenageada pela francesa Eurocopter e pela americana Sikorsky por ser a primeira empresa a operar comercialmente esses novos modelos de helicópteros no Brasil. A cerimônia ocorreu durante a feira da HAI (Helicopter Association International), a maior do setor no mundo, realizada este ano em Houston, no Texas (EUA).