Governo federal destina mais quatro áreas à reforma agrária no ES

Agência Brasil

VITÓRIA - O governo federal destinou à reforma agrária quatro imóveis rurais localizados nos municípios de Afonso Cláudio, Brejetuba, Nova Venécia e São Mateus, no Espírito Santo. A área registrada das quatro fazendas soma 1.897 hectares, com estimativa de assentar 121 famílias de trabalhadores rurais.

A publicação dos decretos no Diário Oficial da União autoriza o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) a dar continuidade à ação de desapropriação das fazendas Cachoeira Bonita (408 hectares), nos municípios de Afonso Cláudio e Brejetuba; Córrego da Lagoa (380 hectares), em Nova Venécia; Esmeralda (487 hectares), no município de Afonso Cláudio; e Floresta e Texas (622 hectares), em São Mateus.

Depois das desapropriações, os municípios de Afonso Cláudio e Brejetuba pela primeira vez serão contemplados com assentamentos da reforma agrária. As cidades de Nova Venécia e São Mateus lideram atualmente o ranking dos municípios com maior número de assentamentos instalados nove e oito projetos, respectivamente.

O Espírito Santo, até o momento, conta com 87 assentamentos rurais e quase 4,4 mil famílias beneficiárias, em aproximadamente 46,6 mil hectares. O café representa a principal fonte de renda dos trabalhadores que, com as demais famílias da agricultura familiar no estado, são responsáveis por fornecer boa parte dos alimentos presentes diariamente à mesa dos capixabas.