Mãe de Isabella chega a fórum para testemunhar em julgamento

Portal Terra

SÃO PAULO - A mãe da menina Isabella, Ana Carolina Oliveira, chegou por volta das 11h15 desta segunda-feira ao Fórum de Santana, na Zona Norte de São Paulo, onde irá testemunhar no caso da morte da menina em 2008. Ana Carolina entrou por uma porta lateral, sem dar declarações, e subiu ao terceiro andar do prédio, onde ficarão as testemunhas do julgamento. Ela chegou acompanhada da assistente da acusação, Cristina Christo, e do pai José Arcanjo.

Ana Carolina namorou durante três anos com Alexandre Nardoni. Os dois tiveram uma filha, Isabella, mas não chegaram a se casar ou morar juntos. Isabella morava com a mãe e passava os finais de semana com o pai e a madrasta Anna Carolina Jatobá. O casal é acusado de jogar a menina de cinco anos do sexto andar do edifício London, na Zona Norte de São Paulo. Segundo denúncia do Ministério Público, Isabella teria sido agredida pela madrasta antes. Os réus sempre negaram as acusações e alegam que o crime foi cometido por uma terceira pessoa que invadiu a residência.

O júri popular está previsto para começar às 13h e terá o depoimento de 23 testemunhas - 17 convocadas pela equipe de defesa do casal Nardoni, três compartilhadas entre os advogados e o Ministério Público e três da assistente de acusação. Ao menos 31 pessoas são consideradas peças-chave no julgamento da morte de Isabella, 5 anos, em 29 de março de 2008.

O julgamento deve começar com o sorteio dos sete jurados que compõem o Conselho de Sentença. A acusação e a defesa poderão recusar cada uma até três pessoas, a seu critério. O interrogatório dos réus só acontece após o depoimento das testemunhas.