RS: suspeito de matar secretário de Saúde se entrega à polícia

Portal Terra

PORTO ALEGRE - O suspeito de matar o ex-secretário de Saúde de Porto Alegre se entregou à polícia nesta quinta-feira e foi encaminhado ao presídio central de Porto Alegre. E.P.G., 22 anos, foi apontado como um dos suspeitos de matar Eliseu dos Santos, após confirmação de exame de DNA feito com sangue encontrado no local do crime.

O secretário foi morto a tiros na noite da última sexta-feira quando saída de um culto religioso no bairro Floresta, em Porto Alegre, com a mulher e com a filha. Peritos compararam o DNA do sangue encontrado no local onde o secretário foi assassinado com o da mãe e do irmão de E.P.G., 22 anos.

Inicialmente, a polícia trabalhava com as duas linhas de investigação - homicídio e latrocínio (roubo seguido de morte). Na quarta-feira, o diretor do Departamento de Investigações Criminais (Deic), Ranolfo Vieira Junior, disse que está descartada a hipótese de homicídio.

Nesta quinta-feira, a juíza da 1ª Vara do Tribunal do Juri de Porto Alegre, Elaine Maria Canto da Fonseca, decretou o sigilo das investigações da morte do secretário. A decisão ocorreu a pedido do Ministério Público e foi comunicada à Polícia Civil.