Hillary Clinton tem reunião fechada com Temer, Sarney e parlamentares

Agência Brasil

BRASÍLIA - Em visita oficial ao Brasil, a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, foi recebida hoje pelos presidentes da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A reunião foi fechada, durou 45 minutos e contou com a presença de diversos parlamentares.

Depois de visitar o Congresso, Hillary seguiu para a Embaixada dos Estados Unidos. Mais tarde, tem encontro com o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O governo americano espera obter apoio do Brasil nas sanções que pretende impor ao governo do Irã, por conta de seu programa nuclear.

Os Estados Unidos já contam com o apoio da Rússia, da China, da Inglaterra, da França e da Alemanha na campanha pela aplicação das sanções contra o Irã pela suspeita de que o enriquecimento do urânio a 20% tenha o objetivo de fabricar armas nucleares.

O governo do Irã nega as suspeitas e o governo brasileiro tem defendido o direito do Irã de desenvolver um programa nuclear para fins pacíficos.

Hillary chegou ao Brasil depois de uma visita ao Chile, país que foi assolado por um terremoto no dia 27 de fevereiro.