Governo maquia dados e esconde atraso do PAC

JB Online

BRASÍLIA - O governo federal maquiou balanços para encobrir um mega-atraso nas principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento, informa reportagem de Eduardo Scolese e Ranier Bragon publicada nesta terça-feira pela Folha de S.Paulo.

Confrontando o primeiro balanço do PAC com os seguintes, houve atraso em 75% das obras, algumas cujo cronograma foi estendido mantiveram carimbos com a palavra 'adequado'.

Há metas que passaram de conclusão da obra a 'entrega do projeto' e ações atrasadas que sumiram de balanços. O PAC é gerido por Dilma Rousseff (PT), pré-candidata ao Planalto.

Segundo o governo, a avaliação do PAC concentra-se nos riscos à realização das obras, e o cronograma é só um dos elementos. Os atrasos são atribuídos a fatores como fortes chuvas.

Folha de S. Paulo