Aluno com bom desempenho poderá ter adicional ao Bolsa Família

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Comissão de Educação do Senado aprovou nesta terça-feira um benefício adicional ao programa Bolsa Família. Pela proposta, essa nova ajuda será paga a estudantes da rede pública de acordo com o desempenho escolar.

O projeto de lei de autoria do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) estabelece que terão direito ao novo benefício crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. O valor a ser pago será regulamentado pelo governo federal.

Como tramitou em caráter terminativo, a matéria segue agora para apreciação da Câmara dos Deputados.