Sobe para 51 o número de mortos em consequência das chuvas em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - Com a morte de uma pessoa após o desabamento de sua casa na Vila Anglo-Brasileira, em São Paulo, subiu para 51 o número de mortos em consequências das chuvas no estado em 2010. O Corpo de Bombeiros confirmou que um aposentado de 75 anos morreu soterrado na Rua Rifaina, após o desabamento de uma casa, na madrugada desta quinta.

Na quarta-feira, a Defesa Civil informou que três pessoas morreram em São Bernardo do Campo, Itapecerica da Serra e São José do Rio Preto. Ainda de acordo com o balanço, 25 municípios estão em emergência e dois decretaram calamidade pública no estado, devido às chuvas que assolam a região.

O balanço aponta também que 123 cidades foram atingidas de alguma forma e 35 pessoas ficaram feridas. No total, 8.421 pessoas ficaram desabrigadas e 17.377, desalojadas.

A situação mais grave é em Cunha e São Luiz do Paraitinga, cidades que estão em calamidade. Os municípios em emergência são Atibaia, Bofete, Caieiras, Caiuá, Capivari, Chavantes, Franco da Rocha, Getulina, Guararema, Inúbia Paulista, Lucélia, Lourdes, Manduri, Mineiros do Tietê, Mirassol, Osasco, Oscar Bressane, Pardinho, Pracinha, Presidente Venceslau, São José do Rio Preto, São Lourenço da Serra, Santo André, Santo Antônio do Pinhal e Sumaré.