Chuva forte alaga São Paulo na madrugada e mais uma pessoa morre

JB Online

SÃO PAULO - As fortes chuvas que atingem São Paulo desde o início da madrugada provocaram o transbordamento do Rio Tietê e de mais cinco córregos. O Corpo de Bombeiros confirmou que uma pessoa morreu soterrada na Vila Anglo-Brasileira, na Rua Rifaina, após o desabamento de uma casa. Agora, já são 51 os mortos desde 1º de dezembro. A chuva também provocou o alagamento de mais de 40 ruas.

O Corpo de Bombeiros registrou dezenas de ocorrências de pessoas ilhadas, além de desabamentos de casas, afogamentos e deslizamentos de terra em várias regiões da capital.

A Marginal Tietê entrou em estado de alerta às 4h10 devido ao transbordamento do Rio Tietê na região próxima à Ponte do Limão. O Rio Aricanduva também transbordou perto das 4h, provocando estado de alerta nesta região. Às 2h45, o Rio Tamanduateí transbordou e o CGE decretou alerta na zona do Ipiranga.

Às 4h42, o Corpo de Bombeiros registrou 42 ocorrências de pessoas ilhadas pelas enchentes, além de 7 desabamentos, 3 deslizamentos de terra, um afogamento e 5 quedas de árvores. Os Bombeiros tentam salvar uma pessoa soterrada na Vila Anglo-Brasileira, depois do desabamento da sua casa.

As zonas do Butantã e do Campo Limpo ficaram em estado de alerta por mais de duas horas, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), devido ao transbordamento de três córregos com as fortes chuvas que começaram nesta madrugada em São Paulo. Os córregos do Jaguaré e Pirajuçara transbordaram logo depois da 1h. À 1h30, a zona de Campo Limpo entrou em alerta depois que transbordou o córrego Morro do S. A chuva diminuiu nesses locais e o volume de água nos córregos se estabilizou, levando o CGE a retirar o estado de alerta nas áreas às 3h55. As zonas Norte, Oeste, Centro e Sul saíram do estado de atenção às 4h30, após 3 horas de transtornos.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-SP), às 4h45, foram registrados 42 pontos de alagamento na cidade. Mais de 45 alagamentos foram registrados durante a madrugada. Três túneis estão fechados e os motoristas devem evitar o tráfego por esses locais. A rodovia Anchieta, no sentido litoral, está bloqueada desde o início da madrugada devido a alagamentos na região de São Bernardo do Campo. Uma queda de barreira no km 283 bloqueou parte da rodovia Régis Bittencourt na altura de Itapecerica da Serra.

Nos próximos nove dias, a cidade de São Paulo pode ter um volume de chuva superior a todo o mês de janeiro, segundo a Climatempo.

Portal Terra