Chuva forte não perdoa São Paulo

JB Online

SÃO PAULO - A chuva não dá trégua em São Paulo. O temporal de terça-feira (19) à noite inundou casas, bloqueou rodovias e causou deslizamento de terras. Em São Bernardo do Campo, o desespero foi de familiares que tentaram retirar suas filhas do meio da terra, escavando com a mão, até o Corpo de Bombeiros chegar no local e fazer o resgate.

Desde o começo de dezembro, quando as chuvas ficaram mais fortes em São Paulo, cinquenta pessoas morreram. Contabiliza-se o dobro de mortes em relação a todo o verão do ano passado e a população ainda sofre com os estragos causados pela sequencia de temporais.

Hoje (20) de manhã um condomínio de casas ainda estava embaixo d'água. Um lago transbordou e as famílias ficaram ilhadas. O salvamento foi feito em barcos dos bombeiros.

As pistas alagadas na chegada a São Paulo provocaram um longo congestionamento durante toda a manhã. A situação está complicada. Casas estão alagadas em um condomínio que fica ao lado da rodovia Régis Bittencourt, principal ligação do sudeste com o sul do país, causando grande congestionamento.