SP: chuva deixa 120 mil sem água em São José do Rio Preto

Portal Terra

SÃO PAULO - Cerca de 120 mil pessoas estão sem fornecimento de água em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, após as chuvas que atingiram a cidade durante a madrugada de segunda-feira.

A enchente invadiu a estação de tratamento e inviabilizou a distribuição. Os bairros que não foram afetados são abastecidos por poços profundos.

Cerca de 40% dos bairros da cidade estão sem água: Boa Vista, Alto Rio Preto, Vila Diniz, Santa Cruz e Jardim Maracanã. A previsão é que o serviço comece a ser normalizado a partir da madrugada.

O prefeito da cidade decretou estado de calamidade pública na segunda-feira. Ele estimou em R$ 70 milhões o custo preliminar para recuperar os estragos. Por causa do temporal, duas pessoas morreram - o bombeiro Luciano Rodrigues de Souza, 24 anos, e o aposentado Lucas Andio, 75 anos.

Souza morreu quando tentava resgatar uma mulher que estava sobre o teto de um carro arrastado pela chuva na Avenida Bady Bassit, uma das mais importantes, na região central da cidade. Já o aposentado foi surpreendido pela chuva no centro da cidade e morreu afogado quando tentava sair de seu carro pelo porta-malas.

Além disso, três pontes foram arrastadas pela enxurrada na zona urbana. A Avenida Arthur Nonato, importante via de escoamento do fluxo, ficou interditada pela cratera aberta no meio do asfalto. A rodovia BR-153 também foi interditada no trecho que passa por Rio Preto. Outra avenida, Roberto Simonsen, foi interditada por conta de um desabamento.