PF investiga desvio de armas entregues em campanha no RS

Portal Terra

RIO GRANDE DO SUL - A Polícia Federal (PF) informou nesta segunda-feira que investiga o sumiço de armas entregues na campanha de desarmamento, no Rio Grande do Sul. Segundo a PF, dois policiais são acusados de desviar revólveres e pistolas encaminhados à instituição. Ao todo, 14 armas foram desviadas e sete recuperadas.

De acordo com a PF, foi instaurado inquérito e sindicância para investigar o caso, e 12 pessoas, entre elas, os dois policiais foram indiciados. Os suspeitos são acusados por crime de peculato (quando funcionário público usa o cargo para favorecimento próprio), receptação e contrabando.

A PF afirmou ainda que foram tomadas as devidas medidas para diminuir a possibilidade de erro no recebimento e envio de armas ao Exército.