Homem morre após parapente enrolar em pleno voo

Ney Rubens , Portal Terra

BELO HORIZONTE - O enfermeiro Giovane César de Souza, 38 anos, morreu ao cair de uma altura de cerca de 300 m, na tarde desta terça-feira, após o parapente em que ele voava enrolar em pleno voo. O acidente aconteceu em Governador Valadares, na região leste de Minas Gerais.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Souza, que trabalhava no Hospital Municipal de Valadares há sete anos, praticava voo livre há três. Ele teria saltado do Pico do Ibituruna, segundo informações colhidas pelos bombeiros no local, sem os equipamentos de segurança necessários para o salto.

"De acordo com informações de pessoas que estavam na rampa, ele saltou sem conectar parte de sua perna no parapente. Ele estava sendo sustentado pelas mãos e, presumimos que ele tenha tentado cair em uma lagoa (próxima ao pico). O homem, então, soltou as mãos e veio a cair cerca de 8 m fora da lagoa," explicou Silvano Givisiez, do Corpo de Bombeiros de Valadares.

O enfermeiro caiu em um matagal e morreu na hora.