Lula pede que Polícia Federal investigue sem 'show de pirotecnia'

Agência Brasil

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu hoje que a Polícia Federal mantenha sempre a neutralidade nas investigações, sem influências partidárias e sem 'show de pirotecnia' durante o processo investigatório.

- Não pode é uma instituição como a Polícia Federal estar a serviço desse ou daquele partido político porque está no governo ou porque é filiado a esse partido político - disse ao assinar mensagem de encaminhamento da Lei Orgânica da PF ao Congresso Nacional.

Lula destacou a importância de dar aos investigados a segurança de neutralidade nas apurações. - É preciso que a pessoa saiba que ela foi investigada da forma mais neutra possível e que não houve nenhuma mãozinha por trás fazendo com que determinada pessoa tivesse que ser punida por interesses políticos de A, de B ou de C - acrescentou.

Ao falar do show de pirotecnia em torno das investigações, Lula citou a imprensa. - Tentamos evitar o show de pirotecnia em que, muitas vezes, a investigação nem começava e a pessoa já estava condenada pelos meios de comunicação - lembrou.

O presidente elogiou o trabalho do diretor da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa, à frente da instituição e disse que com a Lei Orgânica, a PF terá mais poder, o que representa também mais responsabilidade.