PSDB planeja cursos de R$ 450 mil para treinar seguidores

Portal Terra

SÃO PAULO - O PSDB inicia na semana que vem uma série de curso para a formação de 4,5 mil cabos eleitorais no Nordeste. A iniciativa, que tenta enfraquecer a liderança do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na região, tem previsão de gasto de R$ 450 mil para recrutar e qualificar mão-de-obra voluntária ou contratada para a campanha presidencial de 2010. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a reportagem, os cursos serão coordenados por um cientista político e um consultor de marketing e contarão com seis professores, que receberão R$ 2 mil cada. Os cabos eleitorais passarão por treinamento de técnica de abordagem e persuasão, além de aulas de marketing de rede, com exploração de ferramentas da internet e de banco de dados, entre outras. O programa é promovido pelo Instituto Teotonio Vilela e prevê a realização de 45 cursos no Nordeste.

Seriam realizados workshops com custo previsto de R$ 10 mil, que teriam carga horária de 10 a 12 horas, duração de um dia e seriam divididos em dois blocos: político e marketing.

- Vamos adaptar o modelo de SRM (Gerenciamento de Relacionamento) ao voluntariado do PSDB - disse ao jornal o consultor Luiz Fernando Leitão.

De acordo com a Folha, os cabos eleitorais receberão um passo a passo de como abordar o eleitor. Entre as dicas, está procurar a pessoa no dia de seu aniversário.

A reportagem afirma que o bloco político dos workshops fica a cargo do presidente do Instituto Teotonio Vilela de Pernambuco, André Regis. As aulas devem abordar fundamentos da social-democracia e realizações do PSDB, uma biografia dos governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves - sendo que os dois políticos devem gravar um depoimento para ser exibido aos alunos.

Ainda segundo a reportagem, Regis se inspira na campanha do presidente americano, Barack Obama, e espera atrair para o curso voluntários em universidades, além de filiados, simpatizantes e indicados por diretórios estaduais do PSDB.

O primeiro curso, afirma o jornal, será realizado no dia 14, em Salvador, e os alunos receberão um certificado de conclusão.