Polícia: quadrilha levou R$ 5 milhões de carro-forte em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo afirmou na tarde desta sexta-feira que a quadrilha que assaltou um carro-forte na rodovia Anhanguera, que liga a capital ao interior do Estado, na noite desta quinta-feira, roubou aproximadamente R$ 5 milhões que eram transportados. Um homem morreu durante o tiroteio e três seguranças ficaram feridos.

Inicialmente, as informações da Polícia Rodoviária Estadual davam conta de que haviam sido roubados R$ 6 milhões, mas, segundo a secretaria, após contagem, foi verificado o valor correto.

O crime ocorreu na altura do km 161 da rodovia, na altura da cidade de Araras. Dois carros-fortes, um com dinheiro e outro como escolta, seguiam no sentido capital, quando tiveram a passagem bloqueada por um Honda Civic e uma caminhonete Hilux. Oito homens armados com fuzis e metralhadoras desceram dos veículos e dispararam contra os carros-fortes.

O homem que conduzia um dos carros-fortes perdeu o controle do veículo e colidiu contra uma carreta que seguia na pista contrária. Nesse instante integrantes da quadrilha pararam um ônibus e obrigaram o motorista a atravessar o coletivo na pista. Os ladrões arrombaram o carro-forte com um explosivo e levaram o dinheiro que estava no cofre. O assalto aconteceu em pouco mais de 20 minutos.

O corretor de seguros Ivo Zanata Miranda, 59 anos, que trafegava pela pista dentro de um automóvel foi baleado durante o tiroteio e acabou morrendo. Ninguém ainda foi preso.